DUNGEONS AND DRAGONSAproveite as ofertas de DnD traduzido na Amazon Brasil!

Mesa dos Insones 2021 – Fort Doom

A Mesa dos Insones voltam pós hiato de pandemia para reunir um grupo com duas gerações de jogadores: os pais insones e os filhos insones.

Mesa dos Insones – Fort Doom

Saudações, aventureirxs!

Escrevo essas breves palavras para relatar a felicidade que é de um jogador/mestre, no seus quase 30 anos de RPG, mestrar para seu filho e os filhos dos seus companheiros de aventuras.

Nesse último sábado, 20/11, reuni os #CavaleirosInsones e seus filhos em uma mesa de Dungeons and Dragons. Após uma convocatória virtual, que foi atendida por vários jogadores interessados, mas que infelizmente problemas de agenda ou desinteresse, consegui reunir 9 incautos aventureiros para explorar o cenário clássico de Mystara.

Munido do cenário publicado aqui pela Abril Jovem em 1996, Karameikos – Terra de Aventura, e também de um livro feito por fãs para adaptar o cenário para a 5ª edição, no qual fiz toda a análise nesse artigo, planejei a aventura/campanha durante dois meses, e em 05/11 fiz a convocatória.

Fort Doom

O início da aventura da Mesa dos Insones gira em torno de eventos que cerca o Baronato da Águia Negra. Os aventureiros, ainda divididos, tentam solucionar duas vertentes de mistérios: enquanto um grupo foi contratado pelo prefeito de uma vila de hins (halfings) na fronteira dos Cinco Condados para se proteger de saques que estão ocorrendo na região, o outro grupo, em uma caravana que sai da capital de Karameikos, parte em uma missão diplomática e de espionagem para a região.

O destino dos dois grupos logo se cruzarão em vários eventos desafortunados, que farão que eles façam escolhas duvidosas e perigosas. Será que eles terão sagacidade em discernir quem é do bem e quem é do mal?

A Mesa dos Insones

Como disse no início do artigo, a mesa dos insones está bem misturada entre gente que já joga RPG há algumas décadas, e pessoas que estão jogando pela primeira vez.

Do lado dos veteranos, temos Eduardo Grunge (da Guilda RPGista), Bruno, Andreia, Breno e Franklin (todos #CavaleirosInsones de longa data).

Já do lado dos novatos, temos: Ícaro, 11 anos (meu filho junto com Andreia); Bruna, 15 (filha de Bruno); Cauê, 14 (filho de Franklin) e Bruno Gabriel, 16 (filho de Breno).

Não vou colocar a idade dos velhos. Por respeito aos nossos cabelos brancos. Abaixo a imagem da mesa (Eduardo infelizmente não pode ficar até o final).

Mesa dos Insones
Mesa dos Insones (primeiro grupo): Ícaro, Andreia, Bruno e Bruna
Mesa dos Insones
Mesa dos Insones (segundo grupo): Breno, Franklin, Cauê e Bruno Gabriel. (Ícaro e Bruna ao fundo)

Bio dos Personagens

Abaixo um pouco da história de cada personagem da Mesa dos Insones.

Samus

Samus nasceu no mar. Originário das Guildas de Minrothad, esse humano de etnia makai vem de uma linhagem de comerciantes marítimos. Esse seria seu destino, mas em um fatídico dia seu pai, Ravienthos, desaparece em uma missão misteriosa, deixando o então criança Samus ao seu próprio destino.

Com vários infortúnios, passou a ser de trombadinha de porto a pirata e saqueador. Tudo para sobreviver. Se juntou a uma Guida de piratas, Os Krakens, e fazia seus “negócios” entre as ilhas de Minrothad e Karameikos. Tudo pretexto para tentar encontrar o pai desaparecido, e confrontá-lo com uma pergunta há anos sem resposta: “por que me abandonastes?

Sua sorte mudou, para pior, quando ele e seus companheiros da nau Kraken, cruzaram o caminho de um guilda de escravocratas e bandidos da pior estirpe. O Anel de Ferro, ladrões sem honra, transformaria a vida de Samus para sempre.

Samus é interpretado por Eduardo Grunge.

Aaeron Pugmire

Marcado pela matança e imagens de uma guerra perdida, Aaeron é um lupin de batalha e um soldado veterano. Nascido em plena batalha entre Alphatia e Thyatis, Aaeron foi retirado dos braços da mãe e foi treinado desde cedo para ser um centurião. Sua prova para entrar no grupo de elite de Thyatis não foi bem sucedida, dado que a nação praticamente perdeu e faliu.

Aaeron presenciou, no meio da carnificina, o misterioso desfecho da guerra. Algo que marcou ele para sempre.

Voltando para sua nação, marcado por memórias terríveis, acaba juntando suas poucas posses e partindo para explorar o mundo, vendendo sua habilidade de proteção para quem pudesse pagar. Claro que ele não tinha muitas escolhas, pois quem gostaria de contratar tal criatura estranha?

Sua sorte mudaria ao chegar em uma nação de pequeninos. E ter que novamente empunhar seus machados para, dessa vez, proteger invés de matar sem motivos.

Aaeron é interpretado por Ícaro.

Damaya

Damaya é uma estrangeira, mas não em relação à nação ou alguma localidade. Pelo menos, não no Plano Material. Ela é uma shide, calejada de várias reincarnações entre os mortais. Não é a primeira vez que ela visita Mystara, e pelas expectativas, não será a última.

Depois que ela saiu de um dos portais que conectam o Reino Bom com Mystara, Damaya se encantou com as nuances mágicas dessa sua nova vida “mortal”. Sua dedicação as artes mágicas que brotaram em seu corpo a transformaram-na em uma conjuradora prodigiosa, mas não só isso.

Por ter vivido várias experiências traumatizantes em vidas passadas, Damaya passou a observar os mortais de uma forma mais distante. Uma eremita.

Mas algo que ela sempre carregou consigo não deixava ela ser passível de somente ser uma expectadora: seu senso de justiça e compaixão fazia ela deixa sua face estranha e ameaçadora e partir em defesa dos desprotegidos e em situação de perigo eminente.

Damaya é interpretada por Bruna.

Morgana

A vida de Morgana, nome dado pela sua mãe adotiva Mordraine, começou como tragédia, para virar uma história de superação, e de novo ser marcado pela tragédia. Resgatada do corpo de sua mãe moribunda, a então recém-nascida Morgana, uma rakasta, é adotada pela humana Mordraine, que a cria como se fosse sua filha.

Mordraine é uma Sábia, entidade respeitada entre os povos do Extremo Norte. Em sua região natal, Soderfjord, Mordraine é uma voz ativa na sociedade política. E um perigo para o jarl da sua cidade, Uther, um déspota que quer juntar poder para reclamar a coroa.

Já adulta e também uma Sábia em treinamento, Morgana consegue junto com sua mãe desbaratar um plano megalomaníaco de Uther. Ele é destituído do cargo, jurando vingança, e ela vira a heroína para os camponeses. Por pouco tempo.

Uther consegue tramar para matar Mordaine, que agonizando em seu leito de morte, implora para que Morgana saia da região e não olhe para trás. Ela obedece e começa sua viagem pelo mundo. Ela já está há anos em sua busca pessoal por ascensão e pretende um dia voltar para enfrentar Uther pessoalmente.

Morgana é interpretada por Andréia.

Kassim Katu Katu

Kassim nasceu na tribo dos Katu Katu, povo hin independente dos Cinco Condados, mas com bastante influência com a tribos dos Atruaghin. Ao contrário dos seus semelhantes, Kassim nasceu para sua luta diária contra ele mesmo, sua fúria é aplacada somente com boa comida e bebida. Seus serviços como lutador sempre são bem pagos com comida e bebida.

Quando deixou sua família há alguns anos atrás para viajar pela sua nação, Kassim sempre encontrou o preconceito dentre de sua própria raça. Por parecer bárbaro frente aos pacíficos e civilizados hins, Kassim era sempre contratado para “trabalhos sujos”, como expulsar monstros ou dar “lições” em desafetos.

Mas quem vê cara não vê coração. Kassim é uma alma bondosa, e por baixo de sua cara rude, esconde um bom coração. Mesmo que esse bom coração pareça interesseiro à primeira vista, ele procura fazer sempre o bem dentro de sua nação. Mas a linha entre a lei e o caos é ténue.

Kassim é interpretado por Bruno.

Maltus Soltran

Maltus é um humano da etnia alasiyano, povo que mistura duas culturas: Thyatis e Ylaruam. Nascido em Thyatis, ainda bebê seguiu junto com a família, os Soltran, quando um nobre thyatiano comprou terras conquistadas e negligenciadas pelo Império.

Quando chegaram no Ducado de Karameikos, desenvolveu sua espiritualidade e, bem novo, junto com a família, virou caravaneiro profissional. Viajou por muitas milhas, levando produtos para diversas cidades da nova região. E, quando passou por uma dificuldade mortal, se viu salvo pelas preces rogadas para o trio de imortais adorados pelos nativos.

Isso fez com que ele abandonasse a vida de caravaneiro e entrasse como acólito para a recém-criada Igreja Karameikana, uma dissidência da Igreja de Thyatis, mas com foco nesses imortais. Mas logo sua experiência em viagens seriam útil para também espalhar a palavra da igreja pelos domínios.

Maltus virou um andarilho, oferecendo seus serviços e conhecimentos em viagens e caravanas para quem quisesse ouvir as palavras de Halav, Petra e Zyrchev. A trindade imortal de Karameikos.

Maltus é interpretado por Breno.

Ryze

Ryze é um altruísta. Suas diversas vidas, em sua maioria vividas no Plano Material, ajudando de diversas maneiras quanto possível os mortais, fizeram ele volta do Reino Bom, seu lar e dos seus irmãos shide, para Mystara por diversas vezes.

Ele sempre foi fascinado em como os mortais resolvem seus problemas, e para isso voltou por diversas vezes para estudar e fazer laboratório de vidas mortais. Sua sagacidade fez com que ele voltasse, dessa vez, como um Sábio, pronto para oferecer seus conhecimentos para uma boa causa, mesmo que ele por si só não saiba discernir bem se essa causa é boa ou má.

Atualmente ele presta serviços como usuário de magia e pesquisador em Karameikos. Seu estudo sobre a mecanização da realidade, onde peças e engrenagens imateriais moldam a vida dos mortais, lhe renderá uma cadeira no conselho do Reino Bom, mas ele precisa entender mais e mais como funciona essas engrenagens invisíveis. Será que os mortais estão prontos para saber a verdade?

Ryze é interpretado por Bruno Gabriel.

Torakuma

Torakuma nasceu em uma sociedade podre. E por pertencer a uma raça estranha para a sociedade thyatiana, um rakasta, era recriminado. Isso não abalou sua confiança em crescer e ser um guerreiro do império, e participar das conquistas pelo mundo afora.

Sua decepção com o sistema viria rapidamente, quando ele teve que presenciar massacre de inocentes. A carnificina e o sangue em sua mãos transformaram-no, e ele abandonou a guerra de sua nação contra os “azuis” de Alphatia. Ele ainda presenciou a obliteração da nação inimiga por um evento considerado “intervenção dos imortais”. E isso o completou sua mudança.

Ele pegou as poucas posses que possuía, e partiu em busca de autoconhecimento. Virou um monge, em uma eterna procura pela contemplação e pureza do espirito. Mas seu passado como soldado sempre o perseguiu.

Onde é preciso, ele oferece seus serviços. Ele sempre espera não precisar matar. Mas a carreira de um soldado sempre tem uma trilha de sangue. Ele espera que, pelo menos, não seja sangue inocente.

Torakuma é interpretado por Cauê.

Amonkash

Filho mais novo de Arturus Penhaligon, Amonkash nasceu em uma cidade fortificada e rica. Apaixonado pela filosofia e artes, nunca se interessou pelos negócios da família, o que trazia a ira do pai, que pretendia deixar a cidade nas mãos dele invés da filha mais velha, Arteris.

A insatisfação beirou a quase uma briga entre o patriarca e o filho, pois enquanto ele queria estudar em um dos colégios de Thyatis e deixar a irmã Arteris como lady, o pai discordava. Isso fez com que ele adoecesse. Amonkash, mesmo se sentindo culpado pela doença do pai, ele parte para Thyatis para começar seus estudos. Ele volta depois de um tempo, como bardo-filósofo, somente para ver seu pai morrer.

Após o enterro, Amonkash deixa que Arteris cuide da cidade, e parte para suas aventuras dentro de Karameikos. Ele tenta esconder seu nome para que desafetos do pai não cause problemas, mas usa-o quando precisa.

Amonkash é interpretado por Franklin.

Considerações da Mesa dos Insones

Ficarei fazendo resumos por períodos e arcos dessa mesa. Acompanhe nossas redes para mais fotos e imagens da mesa dos insones. E fiquem livres para usar os personagens e histórias daqui em suas próprias campanhas.

E o mais importante:

Rolem dados!

Best Selling RPGs - Available Now @ DriveThruRPG.com Create Your Own Eberron D&D Adventures @ Dungeon Masters Guild