DUNGEONS AND DRAGONSAproveite as ofertas de DnD traduzido na Amazon Brasil!

CRIANDO PERSONAGENS EM MYSTARA – PARTE 3

Aprenda a criar Personagens em Mystara com esse passo-a-passo didático e adaptado para a 5ª edição de Dungeons and Dragons. Acompanhe essa 3ª parte.

CRIANDO PERSONAGENS EM MYSTARA

Saudações, aventureirxs!

Continuaremos a nossa série de artigos sobre Mystara, cenário popular entre os anos 1980 e 1990, mas que infelizmente não teve a atenção devida pela indústria RPGistica e caiu em um limbo de publicações. A Wizards não tem perspectivas de lançar algo para a nova edição de Dungeons and Dragons, cabendo assim que os fãs o façam.

Se você caiu de paraquedas nesse artigo e não está entendendo nada, volte algumas portagens e veja as apresentações nesse link, sobre as raças nesse link, e sobre as classes nesse link.

Nesse artigo, iremos ver sobre os antecedentes (backgrounds) exclusivos para o cenário. Eles são uma adição essencial ao cenário, e também um incremento interpretativo. Todos os antecedentes dos livros publicados até agora são permitidos no cenário, exceto os exclusivos de outros cenários que poderão ser utilizados com a permissão do DM.

Citaremos páginas do Livro do Jogador de Mystara (que terá a sigla MPG).

PERSONAGENS EM MYSTARA

PERSONAGENS EM MYSTARA – ANTECEDENTES

Ex-Escravo

Outro ser inteligente é seu dono. Em uma terra onde a escravidão é permitida como Thyatis ou Alphatia, ou sequestrado por uma organização criminosa como o Anel de Ferro (Iron Ring), ou humanóides levaram você. Você só recentemente recuperou sua liberdade.

Escolha quem era seu mestre: um nobre de uma nação onde a escravidão é permitida, um chefão do crime ou uma tribo de humanóides que o mantinha como prisioneiro. Eles podem ter sido gentis, mas mais do que provavelmente, eles foram brutais. Você sabe que nunca vai desistir de sua liberdade novamente. Você está livre agora, e isso nunca vai mudar.

Os escravos tendem a ser retraídos ou ressentidos com seu passado. Talvez seu mestre ainda viva e queira que você volte. Como você responde é com você. Você luta ou foge?

Os ex-escravos (slaves) são detalhados no MPG pág. 132.

Krondar

Você é um dos protetores dos Cinco Condados (Five Shires). Embora geralmente reservados entre eles, os hins às vezes confiam esta posição à pessoas altas que respeitam e confiam. Você patrulha os Condados em busca de encrenqueiros e ameaças à paz. Enquanto a definição hin de um encrenqueiro é um pouco diferente em comparação com outras nações, é sua responsabilidade levar para casa aqueles que beberam demais e acompanhar crianças desordeiras de volta aos pais.

A posição nem sempre tem momentos engraçados e lições de moral, muitas criaturas pensam que os hin são presas fáceis por causa de seu pequeno tamanho. Você tem que defendê-los de todas as ameaças conforme seu juramento.

Você é firme, mas amigável. Os Condados não são uma terra perigosa, mas os hin amam sua tranquilidade mais do que qualquer outra coisa. Você jurou cumprir a lei, mas também tem bastante margem de manobra para segui-la. Frequentemente, você pode liberá-los com um aviso, mas se houver um perigo físico real, você se tornará mortalmente sério.

Os krondars são detalhados no MPG pág. 130.

Sangue Mestiço

Você nasceu de duas raças, uma raridade em Mystara. Embora você tenha apenas uma das características de seus pais, você tem um vínculo com ambas as culturas. Você é aceito como herança de sua aparência, mas surpreende as pessoas com o conhecimento de sua outra linhagem.

Escolha raças para sua herança, humano e elfo são as mais comuns, mas outras combinações não são inéditas, mesmo humano e hin. Você tem todas as características de um dos pais. Você é considerado a raça deles para todos os efeitos. Você tem alguns dos traços de comportamento do outro pai, a fome de um him, a paciência de um elfo ou a aspereza de um anão.

Mestiços são apanhados entre dois mundos. Embora eles passem completamente por uma raça, eles frequentemente carregam lembranças de sua outra raça. Suas falhas podem ser uma preferência ou negação de uma raça em relação a outra.

Observação: como explicado no primeiro artigo, não existem raças mestiças como meio-elfo ou meio-orc. Somente com esse background você poderia usufruir de características interpretativas de duas raças diferentes, mas como raça, você escolheria um dos lado para ter as características físicas.

O DM pode optar por alterações nas características como exemplificado no Tasha’s Cauldron of Everything. Um elfo nascido de um pai anão e mãe elfa, pode ter as características dos elfos, mas poderia mudar um ou outra característica para parecer com o anão. Converse com seu mestre sobre o assunto.

Os mestiços (mixed blood) são detalhados no MPG pág. 130.

Veterano da Fenda

Você passou pelo tradicional ritual traladarano da Fenda. Em meados da adolescência, você sai de sua família para encontrar uma profissão e aprender sobre o mundo sob a orientação de um mestre ou professor que o acolheu.

Por causa disso, você é treinado em qualquer variedade de negócios e é considerado um conhecedor do mundo por seu pessoal.

Embora a prática seja esperada de homens traladaranos, a maioria das mulheres também passam pelo Ritual da Fenda. Mesmo os semi-humanos que vivem em Karameikos tendem a sofrer a Fenda. Outras nacionalidades que residem no país costumam ter seus filhos como voluntários para serem Fendados, nem que seja para fugir de suas famílias em seus anos de rebelião.

Você efetivamente tem duas famílias: sua família biológica; e seu mestre, com quem você estudou durante a Fenda. Você é sábio além da sua idade, tendo experimentado um gostinho da vida fora de sua cidade natal. Você não é um estranho para o trabalho duro.

Observação: o Ritual da Fenda é melhor explicado no livro Karameikos – Terra de Aventuras (pág. 32), publicado aqui no Brasil pela Abril Jovem em 1996.

Os veteranos da Fenda (Sheared) são detalhados no MPG pág. 131.

Viajante de Caravanas

A força vital do Mundo Conhecido é o comércio. Em todas as nações, comboios de comerciantes saem para levar comércio e riqueza para terras distantes. Você cresceu como parte da equipe de apoio necessária para manter as caravanas de quilômetros de extensão, seja como tropeiro, comerciante ou guarda. Suas habilidades continuam sendo muito solicitadas até hoje.

A vida na estrada pode ser bastante traiçoeira. Você não se preocupa apenas com bandidos e monstros, mas também com o risco de não ser pago pelos donos das caravanas, animais enlouquecidos destruindo as carroças, ou mal humor nas longas viagens entre cidades. Felizmente, você tem o treinamento que permite lidar com a maioria dos problemas antes que eles ocorram.

Você tem um pequeno toque de nômade em você, mas não a ponto de sentir vontade de viajar. Você sabe que as oportunidades acabam se você ficar muito tempo em um lugar, então nunca se acomoda em nenhum local.

Os viajantes de caravanas (caravan travelers) são detalhados no MPG pág. 129.

CONSIDERAÇÕES

Em minha futura campanha dos #CavaleirosInsones, os artigos servirão de ajuda na criação dos personagens pelos jogadores que não querem se aventurar nas 224 páginas do Mystara Player’s Guide, e até para mim como referência rápida de onde estão os dados dos personagens.

Nos encontramos no próximo artigo.

E rolem dados.

Best Selling RPGs - Available Now @ DriveThruRPG.com Create Your Own Eberron D&D Adventures @ Dungeon Masters Guild